Angola congratula-se com entrada em vigor do Novo Acordo Climático

Palco da COP-21, Paris França em Dezembro de 2015, onde se decidiu o Novo Acordo Sobre Alterações Climáticas (Foto Arquivo) (Foto: Michel Euler)

Angola manifestou o seu regozijo pela entrada em vigor, a 4 deste mês, do Novo Acordo Mundial sobre Alterações Climáticas, adoptado em Dezembro último em Paris França, que limita o aumento da temperatura global até 2°C.

A entrada em vigor deste acordo ocorreu, em Marrakech, Marrocos, no evento que confirma a realização da XXII Conferência das Partes (COP22) da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, que acontece de 7 a 18 deste mês naquele reino. Angola está presente com uma delegação de titulares e auto responsáveis de departamentos ministeriais, bem como de empresas públicas, deputados e sociedade civil.

Numa nota de imprensa do Ministério do Ambiente chegada hoje à Angop, lembra-se que o Acordo de Paris limita o aumento da temperatura global até 2°C acima dos níveis pré-industriais, mas com o compromisso de prosseguir esforços tendentes a atingir 1,5°C.

O Ministério do Ambiente refere que Angola, por ter participado activamente na elaboração e adopção deste documento, enquanto parte da convenção, liderando o grupo de Países Menos Avançados “LDC”, reafirma a posição africana de todos assumirem responsabilidades comuns, mas diferenciadas, para a vigência de uma economia de baixa emissão de gases de efeito estufa e de sustentabilidade.

Angola, por outro lado, manifesta-se orgulhosa pelo árduo trabalho que resultou no histórico e Novo Acordo Mundial, felicitando o secretário-geral das Nações Unidas e as partes, recordando a posição angolana de continuidade ao combate à fome e à pobreza, ao analfabetismo, assim como a adaptação e resiliência, para que as populações mais vulneráveis às alterações climáticas possam viver e olhar para o futuro com maior segurança. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA