Agência Amaq diz que atacante da Universidade do Ohio era soldado do Daesh

(Euronews)

O jovem da Somália, que feriu 11 pessoas, na segunda-feira, no campus da Universidade do Ohio, inspirou-se em propaganda do grupo Estado Islâmico.

No facebook, Abdul Razak Ali Artan, terá escrito várias publicações alusivas ao grupo extremista.

A agência de notícias Amaq, afiliada aos Jihadistas, afirmou que o jovem era um “soldado” do grupo, mas os investigadores não encontraram, até ao momento, provas que corroborem a teoria. Nem sequer de comunicação entre o jovem e o grupo.

Para os colegas, o atacante, que foi morto pela polícia, era um miúdo simpático. (Euronews)

Com AP, Reuters, EFE

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA