XI Cimeira da CPLP no Brasil

Reunião do Conselho de Ministros de preparação da XI Cimeira da CPLP. (http://www.cplp.org)

O Brasil vai assumir a presidência da CPLP na cimeira de Brasília, que decorre hoje e amanhã. Portugal vai apresentar uma proposta para a circulação de pessoas no espaço lusófono.

A XI Conferência de chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) decorre hoje e amanhã, em Brasília, com a presença do futuro secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

A cimeira é dedicada à Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável e marca o início da presidência brasileira, durante os próximos dois anos, sucedendo a Timor-Leste. Também se espera a designação da próxima secretária executiva, Maria do Carmo Silveira, indicada por São Tomé e Príncipe.

Em cima da mesa, também deverá estar o cumprimento dos compromissos pela Guiné Equatorial quanto à abolição da pena de morte e à introdução do português.

Portugal está representado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pelo primeiro-ministro, António Costa, e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva. As autoridades portuguesas devem apresentar uma proposta para a circulação de pessoas no espaço lusófono, com autorização de residência mais célere para cidadãos nacionais de países-membros, nomeadamente para facilitar a mobilidade académica, estudantil e profissional.

A CPLP celebra 20 anos de existência e é composta por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Nesta cimeira deve ser, também, aprovada a entrada de cinco novos observadores associados: Hungria, República Checa, Eslováquia, Costa do Marfim e Uruguai. (Rfi)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA