UNITA acusa o MPLA de promover pequenos partidos

Victorino Nhany (Novo Jornal)

A UNITA considera que a recolha de cartões eleitorais, uma das várias irregularidades que detectou no decurso do registo, visa diminuir ao máximo os seus votos no pleito do próximo ano.

Num apelo feito em Benguela, o secretário nacional para os Assuntos Eleitorais revelou que o surgimento de partidos sem expressão, no quadro de uma ‘’manobra’’ do MPLA, indicia um ataque ao seu partido.

Perante vários militantes da UNITA, no município do Bocoio, Victorino Nhany, antigo secretário provincial de Benguela, declarou que há uma outra intenção por detrás da recolha de cartões, ainda em análise na Presidência.

Ele sublinha a primeira ilação do seu partido face a uma das várias anomalias de um processo que permitiu já o registo de mais de dois milhões de eleitores, um mês e duas semanas após o arranque.

“Há por aí uns partidos que não conseguem assinaturas nas províncias, estão sem espaço, mas que o MPLA quer que participem nas eleições. Então, estão a recolher cartões para que possam participar, numa perspectiva de diminuir os votos da UNITA’’, argumenta.

E como o discurso teve como pano de fundo dois temas, eleições e projecto de sociedade, Nhany reafirmou que a UNITA quer conquistar o poder para valorizar a vida, combater a corrupção e oferecer serviços básicos.

“Queremos resolver o problema da agricultura. Somos pobres porque até o alface, o tomate e a cenoura que entram nos supermercados são adquiridos no exterior. São produtores que deveriam sair daqui ou do Balombo’’, critica.

Bem ao lado, na cidade do Lobito, o administrador municipal, Alberto Ngongo, via no lema saído do último Congresso do MPLA a fórmula para a solução dos problemas sociais.

“Agora, conforme orienta o camarada Presidente, temos de governar com o povo. Com o povo identificamos problemas e traçamos estratégias’’, sublinha o administrador, que entende ter chegado o fim da época em que “o governante lutava e a população ficava sentada”. (Voa)

por João Marcos

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA