Trocas comerciais entre Angola e China registam queda

(DR)

As trocas comerciais entre Angola e a China caíram 28,34 porcento, um valor avaliado em 10,19 mil milhões de dólares norte-americanos.

Os dados relativos aos primeiros oito meses do ano em curso referem que o país asiático exportou para Angola produtos avaliados em 10,60 mil milhões de dólares (-60,27 porcento), face aos primeiros oito meses de 2015.

A nota informativa da Embaixada de Angola na China, que cita dados das alfândegas chinesa, refere que o gigante asiático importou de Angola matérias-primas no valor de 9,13 mil milhões de dólares (-20,96 porcento).

O documento informa que as trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa caíram 11,22 porcento, face ao período homólogo de 2015.

Entre os países de língua portuguesa, o Brasil manteve-se como o principal parceiro económico da China, com trocas comerciais de 45,16 mil milhões de dólares (-7,69 porcento).

As exportações da China para o Brasil atingiram 13,85 mil milhões de dólares (- 30,14 porcento), enquanto as importações chinesas totalizaram 31,30 mil milhões de dólares (+ 7,62 porcento).

O comércio entre a China e Portugal nos primeiros oito meses do ano representou 3,57 mil milhões de dólares (+19,19 porcento). A China exportou para Portugal 2,61 mil milhões de dólares (+32,91 porcento) e importou produtos avaliados em 966 milhões de dólares (-6,78 porcento).

As trocas comerciais entre a China e Moçambique atingiram os 1,14 mil milhões de dólares, uma queda de 27,26 porcento em relação aos primeiros oito meses de 2015 com as exportações e as importações a caírem respectivamente 32,23 porcento e cinco porcento.

Os dados dos Serviços da Alfândega da China incluem ainda as trocas comerciais da China com Cabo Verde, Guiné-Bissau, Timor-Leste e São Tomé e Príncipe apesar de não ser membro do Fórum de Macau por possuir relações diplomáticas com Taiwan.

Deste grupo apenas a Guiné-Bissau registou uma queda de 48,43 porcento nas trocas comerciais nos primeiros oito meses do ano. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA