Televisão Pública de Angola comemora hoje o seu dia

Logotipo da TPA (Foto: ANGOP)

A Televisão Pública de Angola (TPA) comemora nesta terça-feira, 18 de Outubro, o 41º aniversário da visita efectuada a este órgão estatal pelo primeiro presidente de Angola, António Agostinho Neto, em 1975.

A TPA é uma empresa pública e tem como objectivos, dentre outros, contribuir para a informação do público, garantindo aos cidadãos o direito de se informar, sem discriminações.

É também objectivo da TPA servir o povo angolano, velar pela promoção da angolanidade e reflectir todos os valores que perseguem a defesa da soberania e integridade nacionais.

Nos 41 anos de existência, a direcção da TPA trabalhou com vista a oferecer aos telespectadores, nacionais e estrangeiros, uma programação diversificada.

Desde a sua existência, o órgão público de comunicação social conseguiu, com algum esforço, melhorar a qualidade da imagem da televisão que, em 1983, saiu da era preto e branco para a cores.

Foram implementados vários projectos de desenvolvimento para se dar um maior espaço às línguas nacionais, porque, além das já apresentadas, existem outras faladas no país.

A TPA deu “grande salto” no que toca a sua difusão e isso é visível na extensão do seu sinal por todo o país, porque hoje as suas emissões já são vistas onde antes não era possível.

Actualmente, a extensão do seu sinal também é uma realidade no continente africano, europeu, americano e asiático, através da TPA Internacional, novo canal da estação lançado em 2008, em Lisboa.

Para possibilitar a transmissão das emissões da TPA Internacional em África, a empresa angolana assinou um acordo com a Televisão de Moçambique.

Depois da Europa e África, a emissão da TPA, feita a partir de Luanda, também já é vista nos Estados Unidos da América e Ásia”,

Outro grande feito da TPA foi o da construção do Centro de Produção da Camama, em Luanda, que facilita a produção, sem constrangimentos, dos programas de ficção de grande impacto.

O centro, um dos melhores do continente, tem quatro blocos principais (bloco de serviços administrativos, blocos de dois estúdios de 400 metros quadrado, outro com dois estúdios de 800 metros quadrados e um bloco de restaurante), dispostos em forma circular.

Eis a cronologia do desenvolvimento da TPA:

1975 – Início das emissões em Luanda.

1979 – Início das emissões em Benguela.

1981 – Início das emissões no Huambo.

1982 – Difusão da emissão em Malanje e Ndalatando.

1983 – Passagem da era da televisão a preto e branco para cores.

1990 – Início das emissões na Huíla e Cabinda.

1992 – Início emissão em todo país (Projecto TVRSAT).

1997 – Em Setembro de 1997, a TPA é transformada em Empresa Pública, por força do decreto n.º 66/97 de 5 de Setembro, sendo a palavra “Popular” substituída por “Pública”.

2000 – Lançamento do segundo canal da TPA.

2008 – A TPA lança o canal internacional.
(Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA