Taxistas desmobilizam pacificamente após protesto de 20 horas

Manifestação junto ao aeroporto. (LUSA)

A ameaça da intervenção da polícia, o apelo dos dirigentes e a promessa de novos protestos já na próxima semana acabaram por convencer as dezenas de taxistas que bloqueavam a Rotunda do Relógio a retirar dali os veículos.

Centenas de taxistas decidiram abandonar voluntaria e pacificamente o protesto que durante cerca de 20 horas manteve bloqueada a Rotunda do Relógio, junto ao aeroporto de Lisboa.

Os motoristas de táxi decidiram atender ao pedido dos presidentes das associações do setor – a Federação Portuguesa do Táxi e a ANTRAL – que avisaram os manifestantes para as consequências que podiam advir da permanência no local, referindo-se à intervenção das autoridades e apreensão das viaturas.

Florêncio de Almeida, presidente da ANTRAL, alertou que a polícia tinha ordens para usar bloqueadores nas rodas de alguns táxis, parados fora da rotunda, e de rebocar os restantes, que ocupavam a via e impediam a circulaçao naquele acesso ao aeroporto Humberto Delgado.

Apesar de alguns terem saído contrariados e a contragosto, acusando o protesto de nada ter servido – como documentou em direto a reportagem da TVI24 – os motoristas acabaram por desmobilizar.

Ficou a promessa de um novo protesto na próxima segunda-feira com concentrações de táxis junto à Presidência da República e câmaras municipais de Lisboa, Porto e Faro. (Tvi24)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA