Sonangol anuncia contratação de auditoria para segundo semestre

Sonangol (RFI)

A empresa PricewaterhouseCoopers- PwC recebeu a aprovação do Conselho de Administração da Sonangol para realizar a auditoria às contas da petrolífera angolana, durante o segundo semestre do ano em curso e para o fecho do ano fiscal de 2016.

A informação foi divulgada hoje (quinta-feira) pela Sonangol em comunicado de imprensa.

Eis o teor do documento:

O Conselho de Administração da Sonangol E.P. aprovou, a 27 de Setembro de 2016, a contratação de serviços de auditoria para o segundo semestre e fecho do ano fiscal de 2016 à empresa PricewaterhouseCoopers- PwC.

A contratação resultou da reavaliação do resultado do concurso conduzido anteriormente em que participaram quatro empresas de auditoria com reputada experiência nacional e internacional, tendo a PwC apresentado a proposta financeira mais vantajosa para a Sonangol E.P e, adicionalmente, um número de horas de trabalho e experiência técnica comprovada equivalente ou superior aos restantes concorrentes. Esta medida faz parte de uma nova cultura e de uma nova forma de trabalhar da Sonangol, que prima pela redução de custos, pelo rigor e pela transparência.

Foram estritamente cumpridos os regulamentos do Conselho de Administração da Sonangol E.P. para a tomada desta decisão, não tendo o Administrador Sarju Raikundalia participado da votação, por exercer, até à sua nomeação, funções como sócio da PwC. Antes de ser indigitado, o Administrador Sarju Raikundalia renunciou aos seus direitos enquanto Sócio da PwC, não mantendo por conseguinte qualquer vínculo com a referida Sociedade.

A PwC é uma empresa internacional a operar em Angola há mais de 20 anos, com experiência comprovada no sector dos petróleos e vasta competência nas áreas de auditoria, fiscalidade e assessoria de gestão. Com esta adjudicação, a Sonangol E.P. conta que a reputação nacional e internacional de independência e qualidade da PwC possam contribuir para o reforço da qualidade dos processos internos de compliance, e para a qualidade e credibilidade das contas do Grupo. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA