SG da OMA apela maior interacção

Luzia Inglês (Foto: Joaquina Bento)

A secretária-geral da Organização da Mulher Angola (OMA), Luzia Inglês Van-Dúnem “Inga”, apelou hoje, aos responsáveis da organização a imprimirem dinâmica na interacção e diálogo com as mulheres de todas as franjas da sociedade, com realce para a mulher rural.

Durante o discurso de encerramento da IIª Reunião Ordinária do comité, a secretária-geral da OMA focou que se deve consolidar e aprofundar a coesão interna da organização, bem como aperfeiçoar os métodos de trabalhos com especial atenção a mobilização e sensibilização das mulheres e suas famílias para uma participação mais activa no processo eleitoral.

“Neste sentido, as tarefas em prol do processo de actualização e do registo eleitoral, bem como a sensibilização e mobilização das mulheres para exercerem o seu direito de voto, devem constituir acções prioritárias da nossa organização”, sublinhou.

Luzia Inglês disse ainda que a OMA tem grande desafio pela frente, devendo por isso melhorar o seu desempenho, reforçando o grau de eficiência, eficácia, disciplina e coesão interna.

Para isso, cada militante no seu bairro, no local de trabalho e de acção política, deve reforçar as suas acções no sentido se atingir os objectivos, de continuar a ser a maior referência nacional das mulheres angolanas, na luta contra a pobreza, pelo progresso e bem-estar das famílias.

A secretaria-geral fez saber também que a organização tem a responsabilidade acrescida na divulgação da moção de estratégia que define o rumo a seguir para se construir um futuro melhor para Angola. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA