Rússia está pronta para ‘Realpolitik’ com os EUA após as eleições

(Sputnik/ Grigoriy Sisoev)

O ex-chefe da administração do Kremlin e enviado especial do presidente russo, Sergei Ivanov, declarou que a Rússia está pronta para ‘Realpolitik’ em relação aos EUA após as eleições presidenciais norte-americanas.

“Nós sempre estamos prontos para a ‘Realpolitik””, disse ele em entrevista à revista Financial Times. Segundo Ivanov, independente da hostilidade contra a liderança russa durante a actual campanha eleitoral dos EUA, ele espera que, por fim, prevalecerá o pragmatismo americano.

“Estamos prontos para isso. Precisamos apenas esperar até o final da campanha eleitoral. Temos que esperar ainda umas duas semanas, nós só precisamos ser pacientes”, disse o enviado especial do presidente russo para questões de gestão ambiental, ecologia e transporte.

‘Realpolitik’ é uma forma da política de Estado, que se baseia na rejeição do uso de qualquer ideologia. Esta política baseia-se, em primeiro lugar, em razões práticas, não ideológicas ou morais. Essa forma de fazer política foi introduzida pelo chanceler do Reich alemão, Otto von Bismarck, e vem sendo activamente utilizada até os dias de hoje.

Ao comentar as alegações de que o Kremlin teria preferência pelo candidato republicano Donald Trump na Casa Branca, Ivanov falou que isso é uma “mentira absoluta”.

Ao mesmo tempo, ele rejeitou as acusações das autoridades dos EUA de que a Rússia estaria por trás do vazamento de e-mails de representantes do Partido Democrata dos Estados Unidos. De acordo com ele, desde que Washington não apresente provas concretas, essas acusações serão consideradas como declarações vazias e de “propaganda”. (Sputnik)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA