Registados avanços na construção da auto-estrada Soyo/Nzeto

Zaire: Obras da auto-estrada Nzeto/Soyo (Foto: João F. Cuti)

Quarenta e quatro quilómetros, dos 150 da auto-estrada para ligar os municípios do Soyo e Nzeto, província do Zaire, começam a ser pavimentados nos próximos três meses.

A informação foi dada, nesta segunda-feira, pelo encarregado das obras de uma empresa de construção chinesa, António Clemente, no âmbito da visita de constatação dos trabalhos efectuada pelo governador provincial, José Joanes André.

De acordo com o responsável das obras, decorrem os trabalhos de compactação que antecedem à aplicação da camada asfáltica neste troço.

Lembrou que a auto-estrada terá duas faixas de rodagem, com redes técnicas que incluem passagens hidráulicas, pontes, lancis e outras.

“Estamos empenhados nos trabalhos de compactação da via à base de betão para, nos próximos três ou quatro meses, começarmos a colocar o asfalto ao longo do traçado”, sublinhou.

O governador José Joanes André constatou o nível da obra em companhia do secretário de estado da energia, Joaquim Ventura, e de um grupo de estudantes universitários da escola superior politécnica do Soyo, afecta à universidade pública 11 de Novembro.

O ano de 2017 tem sido avançado para o término das obras que decorrem a cargo de empreiteiras chinesa e italiana.

José Joanes André mostrou-se satisfeito com o grau de execução física da empreitada pelo que acredita na conclusão das obras no prazo acordado.

Quanto à situação dos camponeses residentes ao longo do traçado da auto-estrada e cujas residências ficaram danificadas, o governador disse que as empresas envolvidas se comprometem em repor as casas o mais rápido possível.

A auto-estrada, de acordo com o projecto, tem uma extensão de 150 quilómetros e, nesta primeira fase, prevê quatro faixas de rodagem, duas em cada sentido.

A via poderá depois ser ampliada para mais duas faixas, perfazendo no total quatro faixas de rodagem em cada sentido.

O projecto começou a ser implementado em 2008 e contempla nove pontes com uma dimensão mínima de 15 metros de largura e 300 de comprimento. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA