Presidente filipino quer rever relações com EUA

(Euronews)

O controverso Presidente das Filipinas afirmou, esta sexta-feira, que não vai cortar relações com os Estados Unidos.
Isto depois de ter dito, em Pequim, que ia separar-se do país com quem as Filipinas têm uma aliança de 70 anos, a favor da China e da Rússia.

Rodrigo Duterte esclarece que “não se trata de cortar laços” mas de operar uma separação em termos de política externa.

Na China, e perante empresários locais o chefe de Estado afirmou: “A América perdeu. Realinhei-me com a vossa corrente ideológica e talvez vá também à Rússia falar com Putin e dizer-lhe que somos três contra o mundo (…) “. (Euronews)

por Nara Madeira

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA