Portugal: Violência e detenções em protesto de taxistas contra a Uber

(Euronews)

Confrontos, gás pimenta e pelo menos três detidos. Dia agitado na rotunda do relógio e perto do aeroporto em Lisboa durante o protesto dos taxistas contra o plano do governo para regulamento o serviços digital de transporte de passageiro como o Uber e Cabify.

Um carro da Uber terá sido vandalizado.

Os profissionais do setor rejeitam o plano do governo para regulamentar os serviços.

“Esta situação não pode continuar. Temos todos que ter as mesmas armas, em termos iguais, por isso estamos aqui para negociar, mas claro se isso não acontecer não podemos autorizar competição injusta”, explica Florêncio Almeida, da Antral (Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros)

Os taxistas portugueses não estão sozinhos, já que a contestação é semelhante a outros países.

“Estou aqui porque temos o mesmo problema que os portugueses, exatamente o mesmo. Por isso é que viemos até aqui, para os apoiar, e temos que estar unidos, na Europa, porque este é um problema muito sério”, diz um taxista espanhol.

Grandes dificuldades para quem pretendeu ir até ao aeroporto de Lisboa esta segunda-feira.

Os taxistas reuniram-se esta tarde com o governo para negociar a legislação sobre a Uber. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA