Portugal: Bolsa contraria perdas da Europa com energia em alta

(Bloomberg)

A subida das acções da EDP e da Galp Energia está a impulsionar a praça portuguesa na abertura, depois de já ontem o PSI-20 ter contrariado as perdas europeias.

A Bolsa nacional abriu em alta e volta a contrariar a tendência negativa das principais praças europeias, tal como já tinha acontecido na véspera.

O PSI-20 soma 0,08% para 4.568,35 pontos, com 11 cotadas em lata, seis em queda e as restantes sem variação.

Nas praças europeias os índices marcam perdas ligeiras, numa sessão em que os investidores aguardam com expectativa a divulgação das minutas da última reunião da Reserva Federal, de modo a recolher mais pistas sobre se os juros nos EUA vão subir em Dezembro.

A impulsionar o índice português estão as acções da EDP e da Galp Energia. A eléctrica avança 0,6% para 2,831 euros e a Galp Energia (que reconquistou o estatuto de cotada mais valiosa da praça portuguesa) valoriza 0,16% para 12,535 euros. A petrolífera portuguesa a homóloga brasileira Petrobras anunciaram esta terça-feira, 11 de Outubro, a assinatura de um memorando de entendimento para expandir a parceria entre as duas empresas.

A cotada liderada por Carlos Gomes da Silva beneficia também com a subida das cotações do petróleo, já que no arranque de sessão o Brent valoriza 0,52% para 52,68 dólares.

No sector financeiro o arranque de sessão foi estável, com as acções do BCP inalteradas nos 1,54 cêntimos e o BPI a ceder 0,18% para 1,125 euros.

A impedir maiores ganhos no PSI-20 a Jerónimo Martins desce 0,56% para 15,865 euros. A Nos soma 0,07% para 5,901 euros depois de o CaixaBI ter cortado a avaliação das acções de 7,50 euros para 7,00 euros. (Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA