Oposição da Colômbia pode se reunir com Farc para debater acordo de paz

Álvaro Uribe (AFP/Ernesto Benavides)

Representantes da oposição direitista da Colômbia podem se reunir com líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para debater possíveis mudanças em um acordo de paz assinado pelos guerrilheiros e pelo governo, disse na terça-feira o líder opositor Álvaro Uribe.

Uribe, ex-presidente linha-dura e actualmente senador e líder do partido de direita Centro Democrático, disse anteriormente que seu grupo iria se encontrar com os rebeldes, que assinaram um acordo de paz com o governo no mês passado para encerrar 52 anos de guerra.

Os colombianos rejeitaram o pacto em um plebiscito neste mês, em resultado surpreendente. Uribe encabeçou a campanha do “não”.

“Achamos que, neste momento, no interesse de um acordo nacional, porta-vozes do ‘não’ poderiam conversar com as Farc em algum momento”, disse Uribe a jornalistas.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, que apostou seu legado em um pacto bem-sucedido, vem se reunindo com opositores na tentativa de salvar o entendimento.

Em discurso televisivo na terça-feira, Santos, que recebeu o Prémio Nobel da Paz por seus esforços, disse que as conversas estão avançando e que continuará ouvindo propostas da oposição até quinta-feira, antes de discuti-las com as Farc. (Reuters)

por Luis Jaime Acosta

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA