OMA encerra IIª Reunião Ordinária do Comité Nacional

Organização de Mulheres Angolana (OMA) (Foto: Angop)

A Organização da Mulher Angolana (OMA), encerrou quinta-feira, em Luanda, a IIª Reunião Ordinária do Comité Nacional, que visou realizar um balanço dos progressos alcançados, identificar obstáculos e cumprir com as orientações do partido tendo em conta os desafios que se avizinham.

Em comunicado final, o Secretariado Executivo Nacional da OMA discutiu e aprovou com emendas o relatório das actividades desenvolvidas no período de Março a Setembro de 2016, e apreciou a informação síntese das actividades realizadas pela comissão de disciplina e auditoria do comité nacional.

Foi ainda discutido e aprovado o plano de actividades para o ano de 2017, tendo sido recomendado o reforço das actividades de mobilização, com vista ao crescimento da base militante da organização.

Foram também aprovados vários documentos com destaque para o regulamento de organização e funcionamento do comité e do secretariado executivo nacional da OMA, regulamento de organização e funcionamento das estruturas intermédias e o regulamento de organização e funcionamento das organizações de base da OMA.

O Comité comprometeu-se em continuar a colocar no cimo da sua agenda de trabalho a mobilização para adesão da população com capacidade eleitoral, a actualização e ao registo eleitoral, tendo apelado às militantes e simpatizantes, amigas e familiares a cumprirem com este dever cívico.

Tendo em conta a comemoração do aniversário da fundação do MPLA, a 10 de Dezembro, o comité exorta as militantes da OMA a celebrarem com júbilo os 60 anos de lutas e vitórias do partido no poder.

Por outro lado, o Comité Nacional da OMA condenou energicamente, a tendência crescente de crimes de violação sexual, com ênfase para os que vitimam crianças de terra idade, tendo apelado para que os agentes desta pratica repugnante sejam exemplarmente punidos. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA