Mulheres sensibilizadas a fazer regularmente auto exame da mama

Marcha de solidariedade na luta contra o cancro da Mama (Foto: Rosário dos Santos)

Sensibilizar e alertar as mulheres a fazer regularmente o auto exame da mama, de forma reduzir o número de casos de cancro da mama é o principal objectivo da organização Makamba Dya Kamba, informou neste sábado, em Luanda, o seu membro fundador João Ricardo Francisco.

Em declarações à Angop, durante uma marcha de solidariedade com os pacientes que vivem com o cancro da mama, no âmbito do “Outubro Rosa”, um movimento que surgiu em 1990, João Ricardo Francisco disse ser importante a realização de acções do género, de forma a mobilizar os cidadãos a fazer o controlo destas e outras patologias.

De acordo com o responsável, é necessário chamar atenção à sociedade sobre a prevenção do cancro da mama, que cresce de forma assustadora.

A marcha, organizada pela Liga Angolana Contra o Cancro (LACC), em parceria com a organização Makamba Dya Kamba e o Centro Nacional de Oncologia, visou sensibilizar as comunidades e exprimir o afecto e amor para com todos aqueles que desenvolveram a doença.

O cancro da mama, por si só, muitas vezes acaba fazer cada vez mais vítimas, e quase que se aproxima ao número de vítimas por VIH/SIDA.

A enfermidade a nível do mundo é uma das doenças que causa maior número de mortes, segundo a Organização Mundial da Saúde. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA