Ministro dos antigos combatente visita EUA

Ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Cândido Van-Dúnem (Foto: Pedro Parente)

O ministro dos Antigos combatentes e Veteranos da Pátria , Cândido Pereira dos Santos Van-Dúnem, encontra-se em Washington, Estados Unidos da América, para o reforço da cooperação bilateral entre os dois países , indica uma nota chegada hoje, à Angop.

Durante quatro dias serão abordados questões que se prendem com a gestão do Estado Americano em relação ao apoio aos veteranos da pátria, informar aos antigos combatentes, residentes nos Estados Unidos sobre as políticas que estão a ser implementados pelo Executivo Angolano sobre a questão e trocar experiência sobre o processo eleitoral em curso nos EUA, que se encontra na sua fase derradeira

A visita de trabalho visa igualmente a recolha de experiência e o apoio dos americanos no reforço dos laços de cooperação bilateral dos dois países, com maior incidência nas áreas da sócio reintegração económica e produtiva dos antigos combatentes nos domínios da saúde, empreendedorismo, educação, criação de centros profissionalizantes, agricultura, reabilitação física e psíquica, formação profissional e tecnologias de informação.

Com a materialização destes projectos o governo dará melhor e maior dignidade aos antigos combatentes e veteranos da pátria e seus ascendentes, tornando-lhes auto suficientes produtivamente e financeiramente, contribuindo assim para a diversificação da economia e ajudando a combater o desemprego, a fome e a pobreza.

Entretanto, espera-se que desta primeira visita do governante angolano aos Estados Unidos, saiam as bases para, a assinatura, num futuro muito próximo de um memorando de entendimento que irá reger a parceria estratégica neste domínio, entre os dois Estados.

O ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria faz-se acompanhar nesta sua visita de uma delegação de quadros superiores do sector.

Em Washington junta-se à delegação, Agostinho Tavares, Embaixador de Angola nos EUA, Eduardo Neto, adido de defesa junto da missão diplomática, bem como diplomatas seniores em missão nos EUA. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA