Medidas do Executivo garantem stocks de mercadorias no país

Ministro do Comércio, Fiel Domingos Constantino (Foto: Joaquina Bento)

As medidas que o Executivo angolano tem tomado estão a garantir a estabilização dos stocks no país, permitindo a descida dos preços dos principais produtos da cesta

Ao discursar no acto de encerramento do IX Conselho Consultivo Alargado do Ministério do Comércio, que decorreu na sexta-feira (21), o governante referiu que o sector vai continuar a desenvolver um papel pedagógico de sensibilização aos operadores económicos, para o respeito da legislação em matéria de formação dos preços e das actividades comerciais no país.

Esclareceu que o sector do comércio torna-se o mais visado no fornecimento de bens essenciais de consumo, principalmente no período da quadra festiva e, por isso, há necessidade de se redobrar os esforços e continuar a trabalhar para disponibilizar bens alimentares às populações.

Na ocasião, o ministro reconheceu que os directores provinciais do comércio jogam um grande papel neste processo, porquanto “os campos agrícolas, as indústrias e os mares para a produção alimentar das populações estão nas províncias”.

Por outro lado, Fiel Domingos Constantino reiterou que o Governo está a garantir todo seu apoio institucional, para que Angola exporte mais os seus produtos, diversificando a sua gama exportadora.

Reafirmou que o processo de exportação já começou e é irreversível, cabendo ao Ministério do Comércio criar ferramentas de apoio metodológico e institucional para que se leve os produtos nacionais exportáveis em outros continentes, com a mesma competitividade.

“A relação dos operadores económicos com a APIEX e UTAIP deve ser a de um olheiro atento na identificação e divulgação dos produtos exportáveis, bem como prospectar o mercado provincial e avaliar a capacidade e qualidade de oferta de cada um dos produtos elegíveis para o efeito”, disse.

Por esta e outras razões, prosseguiu, é imperiosa a criação de programas de assistência técnica e formação específica, para o reforço da capacidade institucional.

O encontro, que decorreu sob o lema “o desenvolvimento das actividades comerciais e o fomento das exportações para o crescimento da economia”, contou com a presença do secretário do Presidente da República para os Assuntos Económicos, António Pinto, dos secretários de Estado para o Comércio Interno e Externo, directores provinciais do comércio, representantes comerciais de Angola no exterior, presidentes dos conselhos de administrações das empresas públicas, consultores e economistas.

A organização e o exercício da actividade do comércio interno em Angola, metodologias e técnicas de inspecção, ponto de situação sobre a reestruturação do Papagro, o papel das representações comerciais e o fomento das exportações, entre outros temas, dominaram o encontro. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA