Médicas contratadas ameaçam entrar em greve em Cabinda

(DR)

Médicas em Cabinda ameaçam entrar em greve devido ao concurso publico de admissão para os quadros da saúde que dizem ter sido viciado.

As profissionais querem que o último concurso público seja anulado e acusam as autoridades de favorecerem apoiantes do partido no poder, ou amigos da governadora e do secretário da saúde.

Há quatro anos sem remuneração, as médicas em causa acusam a governadora Aldina Matilde da Lomba de promover mentiras e falsas promessas aos recém-licenciados em medicina.

Há muito que já não se realiza o enquadramento de novos técnicos no sector mas em Cabinda, segundo os médicos, existem trabalhadores fantasmas no sector que mesmo sem trabalhar e apresentar-se aos postos de trabalho recebem vencimentos no hospital provincial de Cabinda. (Voa)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA