Matala regista grande afluência para emissão de cartões eleitorais

(Foto: ANGOP)

Cidadãos de diversos estratos sociais do município da Matala, província da Huíla, afluíram em massa aos postos de registo eleitoral nos dois primeiros dias da segunda fase deste processo, iniciada sexta-feira, para emitir cartões pela primeira vez e segundas vias.

Numa ronda feita sábado pela Angop, nalgumas localidades onde estão instalados postos de actualização do registo eleitoral, foi notável uma grande adesão de cidadãos para registarem-se pela primeira vez e se tornarem aptos a votar no pleito de 2017.

Matias Sandambongo foi se registar pela primeira vez e mostrou-se satisfeito por cumprir um dever cívico e apelou aos jovens que também completaram ou vão completar 18 anos de idade até ao próximo mês de Dezembro para se registarem.

Jesus Domingos também se registou pela primeira vez e diz que o sentimento é de alegria, pois o acto vai lhe permitir participar no próximo pleito eleitoral.” Com o meu cartão eleitoral estou habilitado a votar e, assim, contribuir para o desenvolvimento do nosso país, salientou.

Por seu lado, Sapalo Pedro afirmou que actualizar o registo eleitoral representa um contributo no desenvolvimento do país, porque é através do cartão eleitoral que um cidadão consegue votar e escolher os dirigentes que devem governar.

No município da Matala 37 mil e 488 cidadãos actualizaram os seus registos na primeira fase. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA