Marcolino Moco garante que não filiará à CASA-CE

Marcolino Moco (AP)

O antigo primeiro ministro angolano Marcolino Moco pôs de parte a possibilidade de se juntar à CASA-CE.

Em Angola têm circulado informações que o antigo primeiro-ministro, que se tornou num crítico acérrimo do governo de Eduardo dos Santos, irá em breve juntar-se à coligação de Abel Chivukuvuku.

Entretanto, à saída de uma palestra em Benguela sobre as eleições, o antigo chefe do Governo angolano pôs de lado essa hipótese.

‘’Não há esta hipótese”, disse Marcolino Moco em resposta a uma pergunta de um jornalista sobre essa possibilidade.

Interrogado se continua a ser membro do MPLA, respondeu: “Suspendi a minha condição de membro do MPLA por isso não vou falar destas coisas’’.

Na palestra em Benguela, o jurista criticou a recente nomeação de Isabel dos Santos, filha do Presidente da República para a chefia da companhia petrolífera Sonangol, depois da “problemática” nomeação do seu filho José Filomeno para chefiar o Fundo Soberano.

“Às vezes, enquanto jurista e cidadão que já teve responsabilidades nesse país, procuro saber onde vamos parar’’, disse. (Voa)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA