Luanda prepara-se para a cimeira dos Grandes Lagos

Luanda (Foto: D.R.)

Começaram este fim-de-semana a chegar a Luanda as primeiras delegações que vão participar na quarta-feira na sétima conferência de Chefes de Estado do Mecanismo Regional de Supervisão do Quadro de Paz, Segurança e Cooperação para o Congo Democrático e a Região dos Grandes Lagos, esta cimeira sendo antecedida de reuniões preparatórias, já a partir de amanhã, a nível de chefes da diplomacia.

Angola que preside actualmente a Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) organiza juntamente com a ONU, a União Africana e a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) esta conferência na qual participam 12 países da região. O objectivo deste encontro de alto nível é designadamente avaliar a situação na RDC onde a crise política devido ao adiamento das eleições presidenciais inicialmente previstas para Dezembro provocou violências durante as quais morreram mais de 50 pessoas nas últimas semanas.

Indício da preocupação da comunidade internacional com este cenário, à sua chegada a Luanda na sexta-feira, o enviado especial do secretário-geral das Nações Unidas para a Região dos Grandes Lagos, Said Djinnit, reclamou que as discussões em torno desta problemática “sejam francas e abordem os reais problemas dos países da região”. Com efeito, para além do Congo Democrático, outras questões deverão constar da agenda das discussões, nomeadamente a situação no Burundi, na República Centro-Africana bem como no Sudão do Sul. (Rfi)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA