Indústria do cimento, uma alternativa à diversificação das exportações

Fábrica de cimento de Bom Jesus (arq.) (Foto: Pedro Parente)

Angola tem hoje a indústria do cimento como um dos sectores que estão a permitir alargar a sua matriz de produtos exportáveis, por dispor de um excedente de produção de dois milhões de toneladas/ano.

Mercê dos investimentos nas unidades fabris localizadas em Luanda, Cuanza Sul e Benguela, Angola, até bem pouco tempo um país com produção deficitária de cimento, apesar de imensidão de jazidas de argila, calcário, gesso e óxido de ferro existentes no seu território, conta agora com uma capacidade instalada para oito. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA