Huíla: Escola projecta ampliação para elevar formação profissional

Huíla: Centro de formação profissional Estrela da província (Foto: José Filipe)

A Escola básica de Formação Profissional “Estrela da Huíla” tem prevista para a primeira quinzena de 2017, a construção de mais duas naves para a prática de cursos de mecânica-auto e de serralharia, no âmbito no Plano Nacional de Formação de Quadros.

O facto foi anunciado hoje (sábado), à Angop, no Lubango, pelo director da instituição escolar, Francisco Polo Tchivelavela.

Informou que para a construção do empreendimento foi já localizado o espaço para a implementação do projecto numa área de mil metros quadrados, sem no entanto avançar os valores monetários da empreitada.

O projecto, segundo a fonte, prevê também a construção de um campo polivalente para a massificação do desporto na provincial, bem como de duas escolas secundárias do segundo ciclo para permitir a continuidade dos estudos dos alunos que terminam o primeiro ciclo em diversos cursos académicos e técnico-profissionais.

“O que se pretende com isso, é ajudar o governo a formar quadros nos mais variados cursos técnicos, no intuito de que os mesmos possam contribuir para o desenvolvimento do país a todos níveis”, disse.

A escola básica de Formação de Professores foi reinaugurada em Setembro de 2015 pelo governador provincial da Huíla, Marcelino Tyipinge e comporta 16 salas de aulas, dois gabinetes para o director geral e pedagógico, uma biblioteca, três lavabos, uma arrecadação e construída numa área de um hectar.

Desde a sua fundação, em 1996, já formou mais de cinco mil jovens em distintas especialidades, 65,5 porcento já estão inseridos no mercado de trabalho. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA