Huambo: Socióloga repudia acções de sabotagens de bens públicos

SOCIÓLOGA KID DA SILVA (Foto: EDILSON DOMINGOS)

A socióloga Kid Pimenta Lourenço da Silva repudiou quarta-feira, no Huambo, as acções de sabotagens dos bens públicos, considerando ser um atentado contra as normas de convivência social e aos investimentos do governo tendentes a melhoria dos bem-estar da população.

Em declarações à Angop, a especialista explicou que a vandalização dos bens públicos consiste na destruição ou desrespeito ao património do Estado, que, por sua vez, exige mais respeito e atenção de todos.

Disse que tem sido notória a destruição de jardins, passeios, chafarizes, parades de instituições públicas, entre outras.

Kid da Silva, disse ser uma atitude reprovável, na medida em que o cidadão ao desrespeitar o património público estará a impedir o processo de desenvolvimento da comunidade, tendo, para o efeito, caracterizado dos seus protagonistas de frustrados e terem perdido a esperança com o futuro.

“Um cidadão responsável não é capaz de destruir um bem comum ou, pelo menos, escrever nas paredes de uma instituição como escola ou hospital que estão a ser construídos com muito sacrifício, para melhorar a qualidade de vida de todos”, disse a especialista.

Para o efeito, a socióloga recomendou as instituições sociais, com realce para as famílias, instituições escolares e religiosas no sentido de trabalharem mais na formação das crianças e jovens, visando a edificação de uma sociedade sã em termos de princípios e valores. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA