Huambo: Kussumua interage com vendedores de mercado informal

Governador da província do huambo conversa com vendedores no mercado da "Alemanha" (Foto: Edilson Domingos)

O governador da província do Huambo, João Baptista Kussumua, visitou, sexta-feira, o mercado informal da Quissala “vulgo Alemanha”, arredores da cidade capital, um dos maiores a céu aberto do país, onde durante duas horas interagiu com os vendedores.

Acompanhado pelo procurador-geral adjunto da República, Adão António, o responsável percorreu as diversas áreas de venda do maior do mercado da região, além de auscultar as principais dificuldades dos comerciantes.

João Baptista Kussumua constatou igualmente as condições de habitabilidade do Centro Infantil Quissala, localizado na parte frontal do mercado, bem como os armazéns de venda de motorizadas e mobiliário diverso.

Em declarações à imprensa, o governador considerou o mercado da “Alemanha” uma grande superfície financeira, tendo em conta o número de comerciantes, num total de 15 mil vendedores.

Informou que a visita serviu para conhecer melhor o impacto que o mercado tem na económica local, para uma maior protecção, de modo que os comerciantes possam manter o seu negócio com mais segurança, protecção e intervenção dos órgãos do Estado.

“Faz todo sentido interagir com os vendedores do mercado informal da Alemanha para, entre outros, saber o que é necessário fazer, além daquilo que está a ser feito em prol desta franja da sociedade, no âmbito da governação com o povo”, disse o responsável.

Reconheceu a capacidade e a iniciativa dos comerciantes na superação das dificuldades.

Por outro lado, o responsável explicou que a integração na comitiva do procurador-geral adjunto da República na delegação do governo provincial faz parte das acções em curso no país, que visam aproximar os serviços de justiça às comunidades.

No caso particular do mercado da “Alemanha”, precisou, existem transacções importantes para economia local e também diversos casos de conflitos de interesse. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA