Huambo: Famílias devem denunciar violação dos direitos das crianças

Huambo: Marcha de repudio à violencia a contra a criança (Foto: Frank Beu)

O administrador municipal do Longonjo (Huambo), João Sérgio Raúl, lamentou terça-feira o facto de muitos casos de violência contra criança não estarem a ser denunciados pelas famílias, quer na Polícia Nacional, como a administração municipal.

As crianças do município do Longonjo, província do Huambo, foram instadas terça-feira, a denunciar qualquer acto de violência, para a tomada de medidas adequadas.

O responsável, que falava no final de uma marcha de repúdio contra à violência a esta franja da sociedade, insistiu na necessidade de todos denunciarem qualquer acto de violência, para a tomada de medidas adequadas.

Disse que é através da denúncia que as autoridades competentes poderão tomar medidas para pôr fim a estes actos que concorrem para o retardamento psico-social das crianças.

“Cada um deve participar, apresentando a sua queixa, de modo a que as autoridades possam responsabilizar os violadores dos direitos dos petizes”, disse.

João Sérgio Raúl recomendou, por outro lado, o respeito aos mais velhos e maior dedicação nos estudos, para que posam servir o país no futuro, contribuindo para o desenvolvimento económico e social.

A marcha, que reuniu autoridades administrativas, alunos e professores do ensino primário, teve início nas instalações da administração municipal e percorreu algumas artérias da vila. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA