Helicóptero acidentado era proveniente do Cuanza Sul

(DR)

O chefe de Departamento de Investigação do Ministério dos Transportes, Pedro Gonçalves, disse que o aparelho que se despenhou na tarde de hoje, quarta-feira, na comuna do Palanca, distrito do Kilamba Kiaxi, voava de Calulo, província do Cuanza Sul, para Luanda.

Em declarações à imprensa no local, Pedro Gonçalves, do Gabinete de Prevenção de Investigação dos Acidentes Aeronáuticos, afirmou que acidente aconteceu no início da tarde, entre as 13 e 14 horas.

Segundo o responsável, a ocorrência envolveu um helicóptero do tipo EC, modelo 130 4B com a matricula D2EPJ que voava de Calulo para Luanda e fez uma aterragem no Hotel Victoria Garden e entretanto despenhou-se na comuna do Palanca.

“ Para apurar as causas do acidente, nós estamos a fazer uma avaliação técnica. Ainda não foi aberto um processo de investigação, mas brevemente será aberto um para apurar as causas que estiveram na origem do acidente”, referiu.

De acordo com a fonte, o helicóptero particular, com registo de matrícula angolana, transportava os dois tripulantes que faleceram na queda e no local onde despenhou-se helicóptero duas pessoas tiveram ferimentos ligeiros.

Quanto as causas do acidente, afirmou ser prematuro fazer uma avaliação dos motivos que estiveram na origem do desastre e está-se a tentar encontrar as razões da ocorrência.

Segundo o responsável é prematuro falar dos aspectos técnicos da aeronave, porque está-se numa fase de avaliação da ocorrência

Os próximos passos, de acordo com Pedro Gonçalves, será a abertura de um processo de investigação que será conduzido pelo Gabinete de Prevenção de Investigação dos Acidentes do Ministério dos Transportes que poderá levar mais de 12 meses já que possui várias fases. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA