Ler Agora:
General Nunda defende troca de informações para impedir terrorismo
Artigo completo 2 minutos de leitura

General Nunda defende troca de informações para impedir terrorismo

O chefe do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA), general do exército Geraldo Sachipengo Nunda, afirmou que é do maior interesse que nem Angola nem o Congo sejam explorados para realizar acções indevidas contra outro Estado.

O oficial general fez este pronunciamento à imprensa, na segunda-feira, no término de um encontro que manteve com uma delegação militar da República do Congo, para analisar a situação actual da fronteira.

Nunda afirmou que actualmente está-se na fase de estabilização absoluta da província de Cabinda, e sublinhou a importância da troca de informações úteis de ambos os países, com vista a evitar situações indesejáveis ao longo da fronteira.

Por seu lado, o general de divisão congolês, Blanchard Okoi, declarou que o terrorismo tem afectado o seu país e, com vista ao seu combate, advogou uma maior toca de informações com Angola para traçar linhas de actuação conjuntas.

A delegação congolesa deslocou-se à República de Angola para participar nos festejos do 25º aniversário da criação das FAA, assinalado a 9 de Outubro.

Angola e a República do Congo são fronteiças a norte da província de Cabinda, sendo um ponto estratégico para as trocas comerciais entre ambos os países. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »