Executivo orienta políticas de protecção da criança

Ministro da Assistência e Reinserção Social, Gonçalves Manuel Muandumba (Foto: Pedro Parente)

O ministro da Assistência e Reinserção Social, Gonçalves Manuel Muandumba, disse hoje, segunda-feira, em Luanda, que o Executivo tem orientado as políticas públicas de protecção e promoção do desenvolvimento integral da criança.

O governante fez estas declarações quando discursava na abertura do Seminário Nacional de Formação de Gestores de Centros Infantis, que decorre de 24 a 28 deste mês, na capital do país.

Gonçalves Muandumba justifica que institucionalização dos 11 compromissos da criança são a prova deste interesse do Executivo para o bem-estar dos menores.

O 4º compromisso relativo a “educação da primeira infância” e que está a ser implementado no sentido de formar os futuros continuadores da construção do país, foi destacado pelo ministro.

Referindo-se concretamente ao seminário, o titular do MINARS fez saber que o mesmo é a continuação das seis capacitações de gestores de instituições de atendimento à primeira infância realizadas entre os anos de 2013 e 2015, que beneficiaram 200 técnicos das províncias.

“ O seminário visa assegurar e uniformizar a capacidade técnica de gestão e funcionamento dos centros infantis, a nível nacional”, frisou.

Para que os frutos desse trabalho sejam reconhecidos, Gonçalves Muandumba entende ser necessário que as áreas competentes das direcções provinciais da Assistência e Reinserção Social estejam tecnicamente organizadas para orientar ,da melhor forma, os responsáveis dos centros infantis.

Por outro lado, o representante da Unicef em Angola, Abubacar Sultan, afirmou que a Convenção sobre os Direitos da Criança assegura que as diversas instituições angolanas implementem iniciativas tendentes a materialização das aspirações fundamentais dos petizes.

Sublinhou que a atenção para com a criança é ponto principal no mandato do Unicef e, nesta perspectiva, colabora com o Executivo angolano.

O representante considerou de extremamente importante o seminário sobre o processo de elaboração dos relatórios da criança e seus protocolos, devido a natureza dos assuntos em abordagem.

Participam no seminário, promovido pelo MINARS, quarenta e nove formandos, os quais, irão formar os responsáveis dos centros infantis espalhados pelo país. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA