EUA: hospital terá que pagar US$ 450 mil por abandonar paciente sem-tecto

O procurador de Los Angeles, Mike Feuer (Afp)

Um hospital de Los Angeles foi condenado a pagar US$ 450 mil para pôr fim a uma acção na qual é acusado de ter “abandonado” nas ruas uma paciente sem-tecto afectada por transtornos mentais, vestida com um avental descartável, sem dinheiro e identidade.

Na segunda-feira (25), o procurador de Los Angeles Mike Feuer anunciou que se alcançou um acordo amistoso neste caso, que teria sido um escândalo na época dos fatos.

Hoje, pelo Twitter, Feuer declarou que abandonar pacientes sem-tecto, sem ter a garantia de que terão um acompanhamento é “inconcebível e não será tolerado”.

Em Abril de 2015, o procurador accionou o grupo médico Gardens Regional, afirmando que, no ano anterior, alguns de seus funcionários levaram uma mulher de 38 anos – com esquizofrenia e outros distúrbios mentais – para um abrigo para pessoas sem-tecto, no bairro de Skid Row. Ela estava vestida apenas com o avental descartável, normalmente usado por pacientes.

Diabética e asmática, sem qualquer pedido médico, ou documento de identidade, ela também não foi admitida no abrigo e perambulou durante horas até que sua situação fosse informada às autoridades.

O centro médico Gardens Regional integra um grupo de hospitais da área de Los Angeles processados nos últimos anos pelos mesmos motivos. (Afp)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA