El Castigador quer ser igual a Hitler

(Foto: D.R.)

Ao fim de três meses de mandato, o Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, conseguiu eliminar mais de 3.500 pessoas, entre traficantes e toxicodependentes, na sua luta contra o tráfico de droga. Mas o número não o satisfaz.

Ontem, em conferência de imprensa na sua terra natal, Davao, Rodrigo Duterte, disse que gostaria de matar milhões de toxicodependentes. “Se a Alemanha teve Hitler, as Filipinas terão …” e apontou para si.

Alegado traficante de droga abatido pela polícia em Manila hoje de madrugada. (Foto: D.R.)
Alegado traficante de droga abatido pela polícia em Manila hoje de madrugada. (Foto: D.R.)

“Hitler massacrou três milhões de judeus … há três milhões de toxicodependentes. Eu gostaria de os massacrar”, disse o Chefe de Estado filipino.

Segundo os historiadores, os nazis exterminaram mais de seis milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

A maioria das vítimas de Duterte foi morta por milícias populares, cuja criação foi incentivada pelo Presidente. El Castigador, como ficou conhecido no país, também garantiu que os polícias que executem os detidos não serão julgados pelos tribunais.  (sabado)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA