Cuanza Norte: Especialistas do Serviço penitenciário capacitados sobre educação moral e cívica

Cuanza Norte: Capacitados especialistas de EMC do Serviço Penitenciário (Foto: Estevão Manuel)

Especialistas de educação moral e cívica (EMC) do Serviço Penitenciário terminaram quarta-feira, em Ndalatando, Cuanza Norte, uma acção de capacitação sobre uniformização das técnicas de trabalho nesta área.

Durante a formação de dois dias, os especialistas debateram temas ligados a Importância das actividades culturais e recreativas no seio dos efectivos, promoção e construção de critérios éticos frente a conflitos, a conduta, perfil e actuação do agente penitenciário, entre outros.

A importância da prática do desporto e exercício físico no seio do efectivo, bem como a importância da assistência psíco-social e seu impacto no seio do efectivo foram outros dos temas abordados no primeiro seminário metodológico de capacitação dos especialistas de EMC do Serviço Penitenciário.

Participaram no evento, que decorreu sob o lema “Com hierarquia e disciplina moldemos a conduta do efectivo do serviço prisional”, perto de 200 especialistas de EMC das 18 províncias do país.

O certame visou munir os formandos com conhecimentos que lhes permitam exercer com zelo e dedicação as tarefas que lhes são atribuídas.

Ao encerrar o curso, o chefe de Departamento Nacional de Educação Moral e Cívica do Serviço Penitenciários, superintendente chefe prisional Luís da Costa Dias, em representação do director nacional do Serviço Penitenciário, António Joaquim Fortunato, explicou que a acção permitiu a uniformização do padrão de actuação dos técnicos de EMC, de modos a corresponderem com rigor a missão que lhes é confiada.

Exortou os formandos a materializarem com destreza os conhecimentos adquiridos na formação visando melhorar a sua actuação. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA