Cuando Cubango: Delegação da Justiça solidariza-se com Centro “João Bosco”

Cuando Cubango: Dirce Lituânia da Silva - Delegada da Justiça (Foto: Armando Morais)

Membros da delegação da Justiça e Direitos Humanos no Cuando Cubango procederam a entrega, terça-feira, de bens de primeira necessidade, com destaque para açúcar e arroz, bem como sabão e meios de higiene pessoal, ao Centro de Acolhimento “João Bosco”, visando minimizar algumas das carências dos menores.

Em declarações à iprensa, a delegada da instituição e membro da comissão provincial de coordenação judicial, Dirce Lituânia da Silva, explicou que os meios visam velar pela higiene pessoal das crianças, tendo avançado que o órgão que dirige já tem realizado alguns serviços de registo no centro, mas que há uma perspectiva atribuir Bilhetes de Identidade a menores acima dos seis anos de idade.

Disse que, durante a visita, conheceu de perto a horta onde as crianças, mais de 20, praticam diversas culturas, bem como a oficina politécnica, que garante várias opções de formação profissional, mas que está inoperante por falta de formadores para o efeito, facto que considerou de preocupante.

Ainda assim, a delegada, que proporcionou um almoço de confraternização com as crianças, entre órfãs, em conflito com a lei, abandonadas, encorajou as irmãs que cuidam daquele centro no sentido de não desistirem de assistir os menores, uma acção desenvolvida em parceria com a direcção provincial da Assistência e Reinserção.

A direcção daquele centro agradeceu o gesto desta intituição e de outras, pessoas singulares e colectivas, mas referiu que a mesma continua a carecer de calçados, vestuário, segurança, abastecimento regular de energia eléctrica, alimentação e assistência médica para casos de urgência. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA