Cuando Cubango: Abuso sexual contra criança vai a debate esta sexta-feira

(Foto: Pedro Moniz Vidal)

Membros da Rede Social, representantes da sociedade civil, de instituições públicas, privadas, entre outros, debatem esta sexta-feira, em Menongue, capital do Cuando Cubango, o fenómeno social de abuso sexual contra a criança, numa promoção do Serviço local do Instituto Nacional da Criança (INAC).

O workshop, que enquadra-se na Semana Nacional de Reflexão sobre os Direitos da Criança, acontece na sala de conferências da sede do governo e será presidido pelo vice-governador para o sector político e social, Pedro Camelo.

Consta do certame, a apresentação de dois painéis, sendo o primeiro subordinada ao tema “Situação da violência e abuso sexual contra a criança a nível da Província, tendo como prelector o director adjunto do Serviço de Investigação Criminal, Job de Almeida.

O segundo painel, sobre “Causas e consequências da violência e abuso sexual contra Crianças”, tem como prelector o sociólogo José Feliciano do Rosário Firmo.

A chefe dos serviços provinciais do Instituto Nacional da Criança (INAC) no Cuando Cubango, Aida Rosalina Pedro Manuel, avançou que nos últimos nove meses do ano em curso deram entrada na instituição 37 casos de violência contra crianças, consubstanciados com a fuga à paternidade, maltratados, abandono, bem como um de protecção social que pode incorrer à violência quando não merecer a devida atenção.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA