Cuando Cubango: 4 de Abril vence 1º de Maio de Benguela

Cuando Cubango: Confronto entre as duas equipas (Foto: Armando Morais)

O Futebol Club 4 de Abril do Cuando Cubango venceu, hoje, sábado, no estádio municipal de Menongue, o 1º de Maio de Benguela por 2-1, na sequência da 27ª jornada do campeonato nacional de futebol da primeira divisão, GirabolaZap2016.

Numa primeira parte voltada para o equilíbrio, as duas equipas acusaram nos primeiros dez minutos a responsabilidade defensiva, o que fez com que não houvesse neste período oportunidades claras de golo.

A primeira situação de golo eminente surgiu aos 11 minutos, quando Campos, atleta do 4 de Abril, desferiu um remate a meio do meio campo prontamente defendido por Leo.

Volvidos quinze minutos da contenda, Pilolas, atacante do 4 de Abril, viu o seu golo anulado pelo árbitro, Feliciano Lucas, por encontrar-se em posição irregular. A partir deste momento, o 1º de Maio de Benguela remeteu a equipa do 4 de Abril no seu último reduto, criando enormes situações de perigo à baliza defendida por Rochana.

Nesta toada de jogo, aos 24 minutos, Bugo Jacy desperdiçou uma soberana oportunidade para visar a baliza dos anfitriões, quando já na área de baliza rematou de cabeça para a defesa de Rochana.

O golo dos proletários surgiu aos 26 minutos por Bugo Jacy, na sequência da displicência da cortina defensiva do 4 de Abril, que reclamava por uma falta na sequência da queda do se defesa central Campos, à entrada da grande área.

Na resposta, o 4 de Abril dava o melhor de si para chegar ao golo da igualdade, mas os seus atacantes protagonizavam um festival de falhanços. Xavier tentou aos 34 minutos, mas a bola passou junto ao posto transversal da baliza contrária.

Aos 38 minutos foi a vez de Edgar que, mesmo no “coração” da área, chutou por cima, depois de um bom cruzamento de Dany.

O golo dos anfitriões surgiu aos 40 minutos de jogo quando Pilolas finalizou, com êxito, o passe de Kandú, igualando a partida a uma bola, resultado com que terminou a primeira parte.

No reinício do jogo, o 4 de Abril entrou com a mesma disposição com que terminou a primeira parte, pressionando alto o adversário e a jogar a toda dimensão do terreno.

Decorridos apenas três minutos da segunda parte e 48 do desafio, a equipa de João Machado chegou ao segundo golo, protagonizado por Dany depois da cobrança magistral de um livre directo à entrada da área.

Aos 50 minutos, o 1º Maio quase chegava ao golo da igualdade, se não fosse a falta de pontaria de Eliseu, que mesmo livre de marcação rematou para fora.

Inconformado com o resultado, o técnico do 1º de Maio, Hélder Teixeira, colocou Eliseu, Filipe e Filhão para os lugares de Sumano, Isaias e Caporai, mas sem argumentos técnicos e tácticos suficientes para alterar o rumo dos acontecimentos.

Já no 4 de Abril, o técnico João Machado trocou Dany, Pilola e Kandú, por Jair, Manucho e Kizombe, que souberam manter a vantagem da sua equipa até ao final do desafio. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA