Conselho Superior da Magistratura abre inquérito ao juiz Carlos Alexandre

Relação tem 30 dias para decidir sobre Carlos Alexandre (Tvi24)

Na origem da decisão está a queixa do ex-primeiro-ministro José Sócrates contra o juiz Carlos Alexandre, do Tribunal Central de Instrução Criminal, relativa ao conteúdo da entrevista dada por este.

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) abriu, esta quinta-feira, um inquérito ao juiz Carlos Alexandre na sequência de uma queixa apresentada por José Sócrates a 27 de setembro, informou o CSM.

O CSM recebeu, a 27 de setembro, uma queixa do ex-primeiro-ministro José Sócrates contra o juiz Carlos Alexandre [do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC)], relativa ao conteúdo da entrevista dada por este à SIC, a 7 de setembro, mas decidiu que só a analisava depois do Tribunal da Relação de Lisboa se pronunciar sobre o incidente de recusa apresentado pelos advogados de defesa de José Sócrates.

Uma vez que o incidente de recusa foi decidido a 11 de outubro, foi determinada a abertura do correspondente procedimento de inquérito”, lê-se numa divulgada hoje pelo CSM.

O órgão de gestão e disciplina dos juízes acrescenta que “é no âmbito deste procedimento de inquérito que o Conselho oportunamente apreciará todas as questões suscitadas pela referida entrevista”. (Tvi24)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA