Comerciantes angolanos optam em vender na Namíbia

Chefe de Seccão da Agricultura do Município do Namacunde, Maria Margarida (Foto: José Cachiva)

Vários comerciantes angolanos estão a optar em vender os seus produtos na vizinha República da Namíbia, para em troca obterem o dólar namibiano e facilidade na aquisição de bens naquele país fronteiriço da província angolana do Cunene.

Segundo a chefe de secção da Agricultura na localidade de Santa-Maria Margarida, Maria Margarida, que funciona junto da delegação aduaneira da região, durante o mês de Setembro passaram pela pesagem do posto aduaneiro 569 mil e 442 toneladas de cereais.

Maria Margarida afirmou que deste número 399 mil e 442 toneladas são de massango, 146 mil toneladas de feijão macunde e 24 mil toneladas de massambala.

A venda destes produtos na Namíbia tem sido rentável, considerou a responsável, realçando que no Cunene os comerciantes compram o saco com 50 quilogramas de massango no valor de cinco mil kwanzas e revendem na Namíbia a 200 dólares namibianos.

O referido valor (200 dólares namibianos) revertido em kwanzas, no câmbio nacional, dá cerca de oito mil kwanzas.

Informou que a área de inspecção da agricultura junto do posto aduaneiro da Santa-Clara registou em Setembro a entrada no país (importação) de 18 milhões, 504 mil e 45 toneladas de produtos diversos da Namíbia para o Cunene.

Entre esses produtos destaca-se a cebola, maça, farinha de milho, arroz, tangerina, laranja e semente agrícolas diversas.

Maria Margarida sublinhou que com a inspecção destes produtos agrícolas foi possível arrecadar para os cofres do Estado um valor de 215 mil kwanzas. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA