Canadá: Angola na eleição dos membros do conselho da aviação civil

Canadá- Delegação de Angola no Forum da ICAO (Foto: Angop)

Angola esteve terça-feira representada na eleição dos países membros do Conselho da Organização Internacional da Aviação Civil (ICAO, na sigla em inglês), que decorreu na cidade canadiana de Montreal.

O evento, realizado na sede da instituição, marcou o ponto mais alto da 39ª Assembleia Geral desta instituição adstrita à Organização das Nações Unidas (ONU), em que Angola participa com uma delegação chefiada pelo Secretário de Estado para a Aviação Civil, Mário Domingues.

Mário Domingues considerou que as eleições decorreram com normalidade e transparência, tendo salientado ter havido uma representação proporcional dos países africanos eleitos nos grupos 2 e 3 do Conselho.

Os países, ora eleitos, estão distribuídos por 3 grupos, de acordo com critérios pré-estabelecidos pela ICAO.

No grupo 1, composto pelos países de “importância capital na aviação civil” foram reeleitos a Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha, Itália, Japão, Rússia, Grã-Bretanha e Estados Unidos da América.

Do grupo 2 fazem parte os países com “contribuição significante na aviação civil”. Neste grupo, ressalta-se a saída de Portugal, por término de mandato, substituído pela Irlanda. Os restantes países são a Argentina, Egipto, México, Nigéria, Noruega, Arábia Saudita, Singapura, Africa do Sul, Espanha e Venezuela.

Finalmente no grupo 3, onde pontuam países eleitos por “representação geográfica”, salienta-se as entradas de Cabo Verde em substituição do Burkina Fasso, da República do Congo em substituição dos Camarões, da Argélia em substituição da Líbia, todos por fim de mandato. Mantêm-se, no grupo 3 a Tanzânia, em representação da SADC, o Quénia, em representação da Comunidade dos Estados da África Oriental, Bolívia, Chile, República Dominicana, Malásia, Nicarágua, Polónia, Coreia do Sul e Emiratos Árabes Unidos.

A Indonésia não conseguiu os votos suficientes para integrar este grupo.

A 39ª Assembleia Geral da ICAO termina no próximo dia 7, com a adopção das recomendações feitas ao Conselho pelas Comissões Técnica, Jurídica, Administrativa e Económica, a fim de se melhorar a segurança operacional e dos aeroportos, tornar mais eficaz o fornecimento de serviços para a navegação aérea, desenvolver economicamente os transportes aéreos e proteger o meio ambiente. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA