Bolsa com energia segue ganhos da Europa

(Bloomberg)

As cotadas do sector energético estão a impulsionar a bolsa portuguesa, que acompanha o sentimento positivo que se regista nas praças europeias depois dos dados do PIB da China terem saído em linha com o esperado.

A bolsa nacional abriu em alta, com o PSI-20 a ser impulsionado pelas cotadas do sector energético. O índice, que avança pela quarta vez em cinco sessões, soma 0,33% para 4.963,74 pontos, com 13 cotadas em alta, três em queda e duas sem variação.

Nas praças europeias também domina o sentimento positivo, depois de a China ter anunciado que o PIB do terceiro trimestre cresceu 6,7%, em linha com o esperado pelos economistas e a meta do Governo para a totalidade do ano (entre 6,5% e 7%).

Apesar de apresentarem valorizações contidas, são as cotadas do sector energético que mais puxam pelo PIB. A alta do petróleo, que está a impulsionar todo o sector na Europa, justifica o comportamento das acções.

A Galp Energia soma 0,64% para 12,59 euros no dia em que a Haitong reiterou o preço-alvo da petrolífera, bem como a recomendação de “neutral”. A EDP valoriza 0,67% para 3,01 euros e a EDP Renováveis ganha 0,38% para 7,11 euros. A EDP Renováveis produziu mais 20% de energia nos primeiros nove meses de 2016, comparativamente com igual período do ano passado.

O BCP também continua em terreno positivo, com uma subida de 0,58% para 0,0172 euros. Na véspera as acções tinham disparado mais de 9% em reacção à convocação de uma assembleia geral para alterar a blindagem de estatutos, o que representa um avança na entrada dos chineses da Fosun no capital.

Ainda a impulsionar o índice a Navigator ganha 0,77% para 2,63 euros, a Mota-Engil ganha 0,93% para 1,84 euros e os CTT somam 0,36% para 6,05 euros.

A Corticeira Amorim mantém a toada de ganhos, com uma subida de 0,83% para 9,74 euros. O Negócios noticia hoje que a empresa é a acção mais lucrativa do PSI-20 nos últimos cinco anos, sendo que incluindo o reinvestimento de dividendos, a Corticeira Amorim teve um retorno superior a 1000% neste período. (Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA