Bié: População do Cuito instada a preservar sistemas de água potavel

ADMINISTRADOR MUNICIPAL DO CUITO, AVIS AGOSTINHO VIERA (Foto: ROSÁRIO DOS SANTOS)

A população do município do Cuito, província do Bié, deve contribuir na manutenção e preservação dos Sistemas de Captação, Tratamento e Distribuição de Água Potável colocados pelo Governo a nível das comunidades, mormente as manivelas.

Em declarações à Angop, nesta segunda-feira, sobre a preservação dos bens públicos por parte dos citadinos, o administrador municipal do Cuito, Avis Agostinho Viera, disse que a população que se beneficiou dos esforços do Governo deve contribuir na manutenção e preservação dos sistemas de água potável.

“Os membros da comunidade são os que precisam e utilizam água, por isso, devem ter consciência quanto a manutenção da manivela, contribuindo com certo valor, por exemplo, 100 a 200 Kwanzas por mês, para ser investido na aquisição de meios obsoletos (bucha, bomba de água e outros).

Sem adiantar o número de consumidores e dos investimentos realizados no sector de Energia e Águas, precisou que caso a população continue a pensar que somente o Governo deve investir para manter o funcionamento dos sistemas e sem a participação das comunidades, ter-se-á muitos problemas sobretudo de saúde no futuro.

A par disso, o responsável reafirmou ainda a necessidade dos munícipes reforçarem a vigilância para prevenir a destruição dos postos de iluminação pública, salientando que maior parte destes, na cidade do Cuito, encontram-se vandalizadas por indivíduos de má-fé.

O município do Cuito tem uma população de 424.169 habitantes, maioritariamente camponesa. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA