Benguela: Derrame de óleo de peixe periga circulação rodoviária na Baía Farta

Estrada (Foto: Gaspar Dos Santos)

O constante derrame de óleo de peixe provocado por camiões que transportam o produto para comercialização está a perigar a circulação rodoviário do morro dos carneiros, a cinco quilómetros da sede da Baía Farta, província de Benguela.

As declarações foram prestadas hoje à Angop pelo comandante municipal da Polícia Nacional, intendente António Branco, a propósito do capotamento de uma viatura Toyota Hiace, ocorrido naquele troço na última terça-feira.

António Branco revelou que, este é o terceiro acidente no local em apenas sete dias, que provocaram oito feridos e danos materiais não avaliados.

Segundo o intendente, o Comando Municipal realizou uma micro limpeza seca ao tapete asfáltico em Setembro último, cujos benefícios duram pouco tempo, dada a frequência de camiões naquele troço, em média 10 por dia.

Avançou que dada falta de meios para lavagem do asfalto, a polícia ensaia escoltas para desviar viaturas carregadas de peixe do referido troço com a subida de seis porcento, para outra estrada alternativa terraplanada, o que também resulta pouco devido a circulação noturna dos camionistas.

Aquele oficial superior da Polícia Nacional apela a colaboração dos empresários ligados a venda de pescado, visando minimizar a situação.

Entretanto, alguns taxistas abordados pela Angop sobre o assunto consideram preocupante a situação e defendem a criação de um fundo proveniente da cobrança dos camiões que transportam pescado, visando a manutenção do tapete asfáltico. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA