Atenção Jamaica e Cuba: o furacão “Matthew” está a caminho!

(Euronews)

As ilhas Caraíbas — em especial a Jamaica, o Haiti e Cuba — estão a preparar-se para a chegada do “Matthew”, o quinto ciclone da temporada e mais forte furacão a formar-se sobre o Atlântico desde o “Felix”, que em 2007 deixou 130 mortos à passagem pela Nicarágua.

Depois de ter sido avaliado sexta-feira na categoria 5, o “Matthew” passou sábado a categoria 4, mas ainda com ventos a mais de 200 km/hora e muita chuva. A chegada do “Matthew” a terra é esperada segunda-feira.

O primeiro-ministro da Jamaica lamenta que “algumas pessoas” estejam a “resistir aos avisos”. “O que se pretende é que os nossos cidadãos respeitem os alertas no próprio interesse deles, o que irá por certo poupar recursos caso seja preciso resgata-los numa altura em que pode ser difícil dar-lhes resposta”, alertou Andrew Holness.

Teme-se que o impacto na Jamaica seja tão forte como o do furacão “Gilbert” há quase trinta anos, mas o primeiro-ministro está otimista perante a alegada melhor preparação atual para este tipo de fenómenos naturais. Pelo sim, pelo não, muitos jamaicanos acorreram aos supermercados para se abastecerem de mantimentos, caso o furacão os obrigue a permanecerem barricados erm casa.

Em Cuba, os Estados Unidos impuseram uma evacuação obrigatória de todo o pessoal não essencial da base de Guantánamo, onde vivem cerca de 6000 pessoas e ainda estão detidos cerca de 60 suspeitos de terrorismo. Washington sugeriu também aos cidadãos norte-americanos a abandoinar a Jamaica por receio do furacão.

De acordo com a televisão local, o Presidente cubano, Raul Castro, viajou para Santiago de Cuba, no extremo oriental da ilha, para supervisionar pessoalmente os preparativos para a chegada do “Matthew.” (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA