Após fracasso nas eleições, PT poderia mudar nome e sigla

(Yahoo)

As eleições municipais que aconteceram no último final de semana podem mudar o cenário político do Brasil mais do que imaginamos. O PT, um dos maiores partidos do país, por exemplo, pode deixar de existir. Ou quase isso. As informações são do colunista Claudio Humberto, do Metro Jornal.

De acordo com o jornalista, após as eleições, a cúpula petista, diante do menor número de políticos do partido sendo eleitos, começou a trabalhar proposta de mudança de nome e sigla. O objetivo seria reestruturar o partido e evitar a debandada de militantes, afirma Humberto.

Os resultados das últimas eleições teriam sido cruciais para a decisão de observar melhor a possibilidade. Após o primeiro turno dos pleitos municipais, o Partido dos Trabalhadores encolheu 63% em relação à eleição municipal anterior. A preocupação, agora, é com 2018.

O colunista do Metro Jornal ainda afirma que o PT trabalha com estimativas internas para eleição de apenas 30 deputados federais nas eleições de 2018. Para efeito de comparação, em 2014, nas últimas eleições federais, o partido elegeu 70 deputados.

Recentemente, já ouve mudança de nome em partido de grande porte no cenário político brasileiro. Também arrasado por escândalos de corrupção, o PFL (Partido da Frente Liberal), dono da maior bancada da Câmara em 1998, se tornou, em 2007, o DEM (Democratas). (Yahoo)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA