Ano legislativo ocorre num quadro difícil – Roberto de Almeida

Deputado Roberto de Almeida (Foto: Lucas Neto)

O deputado do MPLA Roberto de Almeida disse que o Ano Legislativo (2016-2017) que hoje inicia vai ocorrer num quadro difícil, marcado pela crise economia e financeira mundial.

Em declarações à imprensa, à entrada do edifício, onde se está a exibir um grupo de dança folclórica, para saudar os distintos convidados, o antigo vice-presidente do MPLA, afirmou que, internamente, os angolanos terão de encontrar soluções para ultrapassar a situação, ao mesmo tempo que os deputados vão preparar um quadro legislativo de suporte às eleições gerais de 2017.

Quanto à intervenção do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, Roberto de Almeida vaticinou que o estadista procurará tranquilizar a sociedade, apontando as vias para atenuar a crise economia e financeira que os angolanos vivem.

O pronunciamento do Chefe de Estado Angolano corresponde ao Artigo 118º da Constituição da República de Angola.

O acto decorre pela primeira vez no novo edifício da Assembleia Nacional, inaugurado pelo estadista angolano, em Novembro de 2015, e estão presentes representantes dos órgãos de soberania, auxiliares do Chefe do Executivo, membros do corpo diplomático e da sociedade civil, autoridades tradicionais e entidades religiosas.

Nos termos do Regimento da Assembleia Nacional, a Legislatura compreende cinco sessões Legislativas ou anos parlamentares, sendo que cada ciclo inicia a 15 de Outubro e termina a 15 de Agosto do ano seguinte. O acto de hoje se tornou tradicional, desde a abertura da III Legislatura (2012-2017). (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA