Zaire: Ministro antevê dias melhores para a população da província

Ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, discursando no acto central do 17 de Setembro (Foto: Pedro Moniz Vidal)

O ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, afirmou sábado, em Mbanza Congo, província do Zaire, que esta região está a beneficiar de iniciativas que, bem implementadas, poderão trazer melhorias significativas na vida da população local.

Ao discursar no acto central nacional comemorativo do 17 de Setembro, dia do Herói Nacional, em representação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, João Lourenço manifestou satisfação por constatar que a província do Zaire está em movimento, rumo ao progresso.

Precisou que estão em curso, nesta região, projectos de prospecção mineira e importantes projectos agrícolas, aliados à aposta na produção industrial e edificação de obras sociais de grande impacto.

Referiu-se aos projectos nos domínios da energia eléctrica e água potável que poderão impulsionar o desenvolvimento do sector industrial e servir aos cidadãos, com destaque à fábrica de processamento do gás liquefeito “Angola LNG” e a central do ciclo combinado, no município do Soyo.

Falou também do programa de extensão da energia eléctrica, proveniente da barragem de Cambambe aos municípios do Nzeto e Soyo, da futura auto-estrada que ligará estas duas localidades, cujas obras estão em curso.

O ministra da Defesa Nacional mencionou ainda os projectos agro-industriais implantados nos municípios do Nzeto e Cuimba, vocacionados para a produção da farinha de mandioca, avicultura, assim como para a produção de cereais em grande escala.

Lembrou do pacote de programas para a reabilitação e modernização do porto comercial do Soyo e Nóqui, dos pólos industriais de Mbanza Congo e Soyo, do novo aeroporto para a capital da província, bem como dos trabalhos em curso da construção do hospital geral do Zaire, com a capacidade de 400 camas.

“Contudo, há ainda muito a ser feito na província, de tal modo que o importante é termos a consciência e vontade de continuarmos a fazer sempre mais e melhor pelo desenvolvimento da região”, reconheceu.

Para João Lourenço, com o potencial hídrico, mineiro, agro-pecuário, turístico e piscatório, a província do Zaire tem todas as condições para diversificar as fontes de receitas para os cofres do Estado e ajudar o país a sair da dependência do petróleo. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA