Secretária da OMA na Lunda Sul recomenda mulheres a serem porta-vozes das famílias

Militantes da OMA (Foto: Angop/Arquivo)

A secretaria do comité provincial da Organização da Mulher Angolana (OMA) na Lunda Sul, Verónica Txipengue, recomendou hoje sexta feira, nesta cidade, as mulheres a serem portadoras da mensagem à outras militantes, familiares e amigos, de formas a estarem informadas, sobre como evitar os acidentes rodoviários.

Verónica Txipengue que falava ao intervir na palestra sobre ‘’ sinistralidade rodoviária, causa, efeito e estratégias para redução’’ promovida pela direcção provincial de trânsito na Lunda Sul, considerou de grande valia a actividade, uma vez que muitas mulheres não dominam a questão.

Deplorou o actual momento de guerra nas estradas que Angola esta a viver, e que tem dizimado muitas vidas humanas, daí a necessidade de todas as mulheres condutoras e não só, pautarem por uma condução responsável, respeitando sempre as regras do código de estrada.

Agradeceu a direcção provincial da viação e transito, por ter escolhido as mulheres da OMA, para informar sobre a sinistralidade rodoviária, um mal que tem desestruturado e assolado as famílias angolanas.

A secretária pediu às mulheres a serem portadoras da mensagem à outras militantes, familiares e amigos, por forma a que possam estarem informadas, como evitarem os acidentes rodoviários.

Lamentou o número de pessoas que perdem a vida em consequência de acidentes de viação na província da Lunda Sul, fruto da falta de responsabilidade na condução. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA