Samsung suspende vendas do Galaxy Note 7

(Euronews)

O caso das baterias que pegam fogo causou o maior golpe para a Samsung dos últimos tempos.

O grupo sul-coreano, número um mundial nas vendas de telemóveis, mandou suspender as vendas do novo smartphone Galaxy Note 7, lançado há apenas poucos dias.

Aquele que seria o último grito dos smartphones acabou por revelar-se uma grande dor de cabeça para a Samsung. Desde que foi lançado, no dia 19 de agosto, registaram-se vários casos de explosão da bateria.

Quanto aos 2,5 milhões de exemplares do telemóvel vendidos até agora, o grupo prometeu substituir todos os telefones e trocar por outros modelos, se os clientes assim quiserem.

O Galaxy Note 7 foi lançado em 10 países. A Samsung não quis comentar quanto dinheiro vai esta suspensão custar à empresa. (Euronews)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA