Rússia diz que seguirá com acções aéreas na Síria e critica comunicado dos EUA

Aviões russos (aereo.jor.br)

O Kremlin afirmou nesta quinta-feira que a Força Aérea da Rússia seguirá realizando suas operações na Síria e classificou um comunicado dos Estados Unidos sobre o conflito como inútil e grosseiro.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu a Moscovo para retirar seus aviões das zonas de batalha síria, incluindo Aleppo.

Mas o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse em uma tele-conferência com jornalistas nesta quinta-feira que a Força Aérea russa continuará a apoiar as tropas do governos sírio, assim como também prosseguirá o que chamou de “guerra ao terror”. (Reuters)

por Dmitry Solovyov e Maria Kiselyova

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA